08 outubro, 2014

E apita o árbitro

Livro - Imagine Zumbis na Copa
Autores - Felipe Castilho (roteiro) e Tainan Rocha (arte)
Editora - Gibiz

Imagine Zumbis na Copa é a 1ª HQ do selo Gibiz da Giz Editorial. E começou muito bem diga-se de passagem. A edição é bem caprichada, as folhas são em papel couche, a capa e contracapas tem orelhas e  tem ilustrações na parte interna das mesmas.

A HQ é dividida em 4 partes: Haiti em 1988; o grande terremoto em 2010, a Copa do Brasil em 2014 e o epílogo. Cada uma dessas partes é distinta das outras, além do contexto, pelos traços e uso das cores.

Tudo começa quando conhecemos Renê, um garotinho haitiano que mesmo diante de inúmeras adversidade  consegue se tornar árbitro de futebol E isso o leva, anos mais tarde, a ser escalado como juiz na Copa do Brasil.

Diante de uma proposta no mínimo indecente, Renê se vê em uma situação onde tem a possibilidade de ajudar a família  tornando-se desonesto, ou deixando o "bem estar" da família de lado, mas mantendo a integridade.

E agora Renê?

E é chegado o grande dia. Depois de anos de preparação, todos estão ansiosos pela grande final da Copa do Brasil, e lá está Renê, árbitro do jogo final. Porém, nas véspera desse jogo, o melhor atleta de uma das equipes decide se divertir fora da concentração. E nhac, ele é mordido. Pronto, o espetáculo está armado. Final de Copa, um jogo possivelmente comprado e um zumbi em campo.

 

IZnaCopa me surpreendeu. Pelo título, imaginava que fosse uma galhofa, mas estava enganada. Ela é uma HQ contundente, que toca fundo na ferida quando usa a paixão nacional pelo futebol pra expor o fantasma do "jeitinho brasileiro". E como em outras histórias de zumbis, o foco aqui não é o surgimento ou a possível cura para o mal, mas sim as relações humanas que ocorrem diante desse fato.



É uma HQ curta, mas é impossível ficar indiferente após o término da leitura.

Excelente roteiro, ilustrações fortes, projeto gráfico impecável.


Só uma dica: LEIA!

Valor - o preço varia de R$ 22,13 a R$ 29,90 (em 08/10/2014).

Nenhum comentário:

Postar um comentário