20 novembro, 2018

Momentos da 6ª Feira do Livro Livre

A imagem pode conter: 13 pessoas, pessoas sorrindo, área interna
Momentos da 6ª Feira do Livro Livre - Buenos Aires - Argentina / 2018

A Editora Illuminare destacando de forma internacional seus autores. Autógrafos, bate-papos com leitores argentinos, recebimento de certificados internacionais, brindes com vinho argentino da melhor qualidade assim como o talento de nossos autores.

Um verdadeiro SUCESSO de público e de literatura!

Faça parte dessa família, envie seu original e DESTAQUE sua literatura a nível nacional e internacional. Envios: editorailluminare@gmail.com

Abaixo temos algumas fotos do evento e no link e no site da editora tem a cobertura completa. 






Como vários outros eventos que a editora organiza esse também foi um sucesso. 

17 setembro, 2018

JundComics 2018

Nos dias 01 e 02 de Setembro aconteceu no Sesc Jundiaí um evento que já é parte da cidade: O JundComics.

A imagem pode conter: texto
Imagem/Reprodução: JundComics

A cada ano que passa o evento aumenta em número de participantes e se agiganta em atrações, não seria demais dizer que já está no calendário de todos os nerds do interior paulistano.

Como nos anos anteriores o JundComics não se limita a apenas um final de semana, semanas antes acontecem diversos eventos que vão preparando o público pro que vira nos dias principais. Esse ano tivemos um curso de fotografia cosplay, ministrado pelo fotógrafo Sander Antonelli, onde durante 4 encontros ele contou todos os truques pro pessoal conseguir tirar aquela foto maneira do seu cos preferido, e como não podia deixar de faltar, em comemoração aos 80 anos do Superman houve uma mostra no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa, onde 30 artistas mostraram suas versões do herói. 

E finalmente chegou o tão aguardado final de semana nerd da região. Daniel Azulay deu abertura aos trabalhos onde em pouco mais de uma hora agradou os adultos saudosistas e encantou as crianças presentes, contando um pouco da sua história, dos seus projetos e interagindo com o público com a palestra Criança que Desenha não Passa a Vida em Branco. Ele, a turma do lambe-lambe, a vaca Gilda, dentre outros personagens, foram um dos precursores dos programas infantis na tv brasileira. 




Na sequência contamos com a presença de Sidney Gusman, o braço direito da Maurício de Sousa Produções e responsável por dentre outras publicações, pelo selo Graphic MSP, que tem despontado como um seguimento riquíssimo, onde diversos artistas fazem releituras dos personagens clássicos da turminha. Contando com diversos títulos, uma estátua do Astronauta elaborada pelo Ed Vieira e a 1ª live action baseada na graphic Laços de Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi, que deverá ir pras telonas no próximo ano. Sidney mostrou para o público presente que a linha editorial da Maurício de Sousa é gigantesca, abrange diversos públicos e tem fôlego pra uns 100 anos a mais, pelo menos.



Ainda no mesmo dia, tivemos um bate-papo com o Luciano Salles, Fabricio Grellet e Camilo Solano mediado pelo Ede Galileu, meninos que mandam muito bem na área dos quadrinhos, onde eles exaltaram as HQs como forma de arte. infelizmente, não consegui participar dessa mesa, pois tive compromissos de trabalho :( (vida de professora), mas o feed back que tive das pessoas que participaram foi muito positivo.


No domingão foi a vez de um bate-papo pra lá de empoderado com a Bianca Pinheiro, Ursula Dorada e Germana Viana, onde elas abordaram a presença feminina na literatura geek. Mas o papo foi tão bom, que não se ateve apenas à literatura, mas permeou diversos nichos, como desenhos animados e filmes. Colocou o dedo na ferida de maneira divertida e esclarecedora.

Depois foi a vez do dublador Wendel Bezerra, dentre muitos dos personagens quem ganham sua voz temos o Goku e Bob Esponja. Sem dúvidas foi o momento que reuniu mais pessoas no ginásio, e ele não fez por menos. Entre uma dublagem e outra, contou sobre a profissão, seus desafios e vitórias. Pra mim o ponto forte foi o Bo Esponja "soltando" um kamehameha, foi épico. Confesso que assisto apenas animações dubladas, mas é muito maneiro ver esses profissionais dividir as experiências deles com o público e a receptividade que o mesmo tem com eles. 


Foto/Reprodução: JundComics

Claro que o evento não se fez só de bate-papos. Ao mesmo tempo, em outros locais do Sesc ocorriam apresentações de K-Pop, confecção de tiaras de unicórnio, caricaturas, jogos, cosplayers entre outras atrações, e muita música com dj e bandas. 

Foto/Reprodução: JundComics


Agora vamos a parte que eu mais curto desses eventos: a área dos quadrinistas. Sem dúvidas, sempre é onde passo mais tempo, gosto de conversar com o pessoal, conhecer o material, saber como criaram a obra, o que vem pela frente, tudo... sou a maluca das hqs, livros e posters. Porém, esse ano haviam bem menos quadrinistas no local que em edições anteriores. Na minha opinião foi o único ponto fraco. 



 E como não podia deixar de ser, acabei trazendo algumas preciosidades pra casa. 


Por fim, não há como não falar do banner desse ano, ilustrado por nada menos que Vitor Cafaggi. É uma das coisas mais lindas que já se viu.

Imagem/Reprodução: JundComics

No mais, o evento é muito bem organizado e consegue agradar públicos de todas as idades, as atrações sempre são bem bacanas, o local é muito bom, de fácil acesso tanto de carro quanto de transporte público. Sem dúvidas é um evento que só tende a crescer nas próximas edições, e quando é a próxima mesmo? 

Para saber mais sobre o JundComics e todos os eventos organizados no decorrer do ano, acesse a página do Facebook e do Instagram

22 julho, 2018

Novas Antologias Editora Illuminare


E a Editora Iluminare mais uma vez nos surpreende com o lançamento de três novas antologias. É hora de abrir a gaveta e trazer à tona aquele conto que há muito espera por uma oportunidade de ser lido. 

 

Deep Web - A temática dessa antologia são contos sobre a chamada DEEP WEB. Podem ser contos de terror, horror, suspense ou drama. APENAS ESSES GÊNEROS SERÃO ACEITOS. Quanto mais impactante e criativa for a história e seu final, mais qualidade terá o conto. 


Histórias Históricas - A temática dessa antologia são contos sobre personagens históricos reais da cultura, literatura, música e afins, não apenas a nível nacional, mas também a nível internacional. IMPORTANTE: deve ser escrito em nota de rodapé, após o título do conto, a que personagem da historia mundial o conto se refere.


O Crime - O livro será composto por CAPÍTULOS. No PRIMEIRO capítulo haverá a descrição de um crime brutal e cruel cometido em um local específico. O capítulo inicial finda descrevendo testemunhas chamando a polícia. Do capítulo 2 em diante cada capítulo será um CONTO de um autor, que descreverá os acontecimentos a partir da chegada da polícia. Cada autor deve criar sua história - versão - para o crime cometido, criando personagens como assassinos, detetives, serial killers, mostrando a solução ou não do crime. Podem ocorrer outros crimes iguais, a escolha dos autores. O mais importante é se atentar ao enredo, ao crime do capítulo inicial e seus detalhes e seguir com criatividade e originalidade. Devem ser contos policiais, para isso o autor deve se atentar as peculiaridades desse gênero literário. Ficou curioso? O primeiro capítulo pode ser lido nesse link

Acesse o link da Editora Illuminare e saiba um pouco mais sobre essas antologias.

03 julho, 2018

Como Tatuagem por Walter Tierno

Como Tatuagem por Walter Tierno
Verus Editora - 307 pgs

Antes de começar a falar sobre a obra, preciso reiterar que não gosto de romances. Aí você pensa: lá vem a maluca falar mal de um gênero que ela nem gosta, tsc, tsc. Calma lá amiguinhos. Apesar de não gostar de romances eu sou aquela leitora que gosta de correr riscos, vira e mexe saio da minha zona de conforto e me arrisco por aí. E crianças, ouçam o recado da titia Nelmaliana: mesmo não gostando de certos gêneros, arrisquem-se nessas leituras, muitas vezes temos gratas surpresas. E essa leitura foi daquelas que me fez terminar a última frase com um sorriso no rosto. 

No primeiro capítulo somos apresentados a Artur, e logo nas primeiras frases é possível perceber que se trata de um filhinho de papai mimado e egocêntrico. Ele leva a vida como um playboy e coleciona encontros fugazes com mulheres das quais nem se lembra o nome. Nesse mesmo capítulo, começamos a acompanhar o seu desespero em aceitar as sequelas que um grave acidente de carro lhe traz e que irá mudar por completo sua vida.

No capítulo seguinte é a hora de conhecermos Lúcia, uma jovem fisioterapeuta que desde cedo lida com o preconceito que as pessoas ainda tem sobre o vitiligo, problema que está estampado em seu rosto, mas que ela consegue esconder com camadas de maquiagem. Tem em sua mãe, a Mamuska como carinhosamente a chama, o seu ponto de apoio e segurança. Até que o destino a surpreende com a perda da sua mãe e de seu emprego. 

Esses acontecimentos fazem com que essas pessoas se encontrem e suas histórias se entrelacem. 

À primeira vista parece um plot comum, e de certa forma é. Mas a maneira como o autor leva a história é que faz toda a diferença.


Artur é um verdadeiro sacana, peguei ranço dele de cara. E a cada página, eu tinha ganas de pular no pescoço dele. Porém, no decorrer das páginas, é possível entender o porquê desse comportamento, o que o faz ser quem é. Lúcia é uma garota que passa por inúmeros problemas desde cedo, e diante disso podia com facilidade ser uma mocinha frágil, dependente, bobona. Mas nada disso. Ela é uma mulher forte, emponderada, mas que mantém uma doçura em si. São personagens reais, verossímeis, e isso me cativou. Por mais de uma vez eu me vi retratada na Lúcia, e confesso que algumas vezes me vi no Artur também. E quando reclamo de romances é disso que falo. Pra mim, independente da história do livro, eu preciso acreditar nela. E essa é daquelas que são totalmente reais, palpáveis. 

A narrativa da história é direta, durante ela vemos um Artur egocêntrico se tornar um homem mais centrado, que percebe seus erros e tenta se tornar alguém melhor. Também acompanhamos a batalha da Lúcia em se livrar dos receios que a impedem de se mostrar como é. E tudo isso regado a um romance que acontece aos poucos, de maneira natural, mas com muita intensidade e alguns momentos hot

O livro é narrado em primeira pessoa com capítulos que se alternam entre a fala do Artur e da Lúcia, o que faz com que o leitor tenha uma visão ampla do que acontece, e possa entender os dois lados da história. Temos vários personagens secundários, e cada um tem seu espaço bem definido. É possível conhecer a personagem e entender o seu papel na trama em poucas linhas. A parte gráfica está impecável, não encontrei nenhum erro de revisão, o que é algo raro. A capa é linda, e é ilustrada pelo próprio autor. 


Porém, nem tudo são flores. Teve algo que me incomodou um pouco durante a leitura. Eu sou meio cri cri com repetições de frases, palavras, expressões... tudo que tiver repetição me incomoda. A Lúcia tem a mania de transformar substantivos em verbos, dar ação a todas as palavras.

... Facilitaria se existisse um verbo para pesadelo... Eu pesadelo, tu pesadelas... 
                                                                                                                          pg 23

No início eu achei massa demais, cheguei a me apropriei de alguns, mas no decorrer da leitura isso se tornou deveras cansativo pra mim, e confesso que depois de um tempo eu não lia a conjugação completa. Mas isso é um xiste de uma leitora chata, não prejudica em nada a leitura.

No mais, a leitura está mais do que recomendada. Walter Tierno é um autor que mais uma vez mostrou que é capaz de escrever diferentes gêneros de maneira a deixar o leitor preso a história do início ao fim. 


Compre: Amazon | Submarino

16 junho, 2018

Lançamento Illuminare: Livro especial: "King, Poe, Lovecraft: do Terror ao Horror

King, Poe, Lovecraft: do Terror ao Horror - Contos Inspirados em Grandes Nomes da Literatura Mundial - Org: Rô Mierling


E mais uma vez a Editora Illuminare nos surpreende com uma antologia de contos pra lá de especial. Ela brinda os leitores com uma grande homenagem a ícones da literatura de terror como: Stephen King, Edgar Allan Poe e H. P. Lovecraft. 

36 renomados autores nacionais se inspiraram em grandes nomes do terror e horror mundial na literatura, e criaram contos incríveis que vão deixar a luz do seu quarto sempre acesa, principalmente quando a noite chegar. Dentre esses autores temos nomes como: Cesar Bravo (DarkSide Books), Jhefferson Passos (Illuminare), Rô Mierling (DarkSide Books e Illuminare) e Wolf Warren (Site Filmes de Terror & Horror - mais de 2 milhões de seguidores).

A obra em questão foi lançada em Buenos Aires na 44ª Feira Internacional do Livro e em São Paulo na 8ª Tarde Literaria - Illuminare.


Como bônus para esse livro, a Editora Illuminare patrocinou o livro "Histórias Sombrias" - com três grandes contos de Edgar. Allan Poe e três contos incríveis de H.P. Lovecraft - um livro em capa dura e miolo com uma diagramação toda especial!

Com venda proibida, esse livro bônus é exclusivo para divulgação da obra "King, Poe, Lovecraft: do Terror ao Horror - Contos Inspirados em Grandes Nomes da Literatura Mundial".

Para adquirir a obra autografada acesse a página do livro  e saiba também como ganhar um exemplar de "Histórias Sombrias". Conheça ainda um pouco de cada autor participante selecionado para essa obra incrível que homenageia os 70 anos de Stephen King, e o legado deixado por Edgar Allan Poe e H. P. Lovecraft. Acesse o link e passe o mouse em cima do nome do autor preferido, verifique o email no rodapé do site e adquira seu exemplar!

Editora Illuminare 
Destacando grandes talentos, divulgando novos livros!


24 dezembro, 2017

Dica de presente de Natal #2


Essa é mais uma dica e presente de natal em forma d livro. 

Que tal dessa vez um livro lindo, romântico, sensual, com poesias e microcontos de ternura e paixão?
Um livro em capa dura, miolo em papel texturizado bege, com ilustrações harmônicas para fazer desse livro uma obra de arte - "Microamores" por Marcio Muniz.

Um lindo presente para encantar e seduzir.

Além de um livro lindo, cheio de amor, o preço tá pra lá de especial e ainda vem autografado, para isso basta encaminhar um email para augustomarcio@hotmail.com e falar direto com o autor. 

Destacando talentos e livros incríveis!
Apoiando o talento brasileiro.

Dica de presente de Natal #1


Sem dúvida nenhuma, livro é um dos melhores presente que existem. Basta escolher o gênero e pronto, alguém ficará muito feliz. 

E se esse livro for um dos mais vendidos do gênero na Saraiva, na Submarino e na Amazon? 

Diário de Uma Escrava por Rô Mierling está na lista dos melhores livros lidos em 2017 - segundo o grupo "Devoradores de Livros"! Com a história sendo preparada para o cinema nacional, esse livro vai mudar sua forma de ver a escravidão sexual no mundo! 


"Laura é uma menina sequestrada e jogada no fundo de um buraco por alguém que todos imaginavam ser um bom homem. Ela vê sua vida mudar da noite para o dia, e passa a descrever com detalhes sinistros e íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é homem casado, trabalhador, pai de família, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens, pois dentro de si uma voz afirma que é dele que elas precisam. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte.

Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, DIÁRIO DE UMA ESCRAVA apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente corriqueiro no Brasil e em todo o mundo."

O melhor de tudo é que o livro está com um preço mega especial na Amazon e na Saraiva. Então, sem mais delongas, corre que ainda dá tempo de aproveitar.