29 janeiro, 2016

Lançamentos de Fevereiro da Editora Selo Jovem

Fevereiro tá logo aí, e com ele vem muita coisa bacana da Editora Selo Jovem. Então, vamos conhecer os próximos lançamentos.

A Escolha de Eron

de R$ 35,00 por R$ 29,00
ou R$ 27,55 no depósito

Eron é um advogado em busca de trabalho e deseja apenas ter uma vida confortável com sua família.


Em uma tarde chuvosa, quando retorna para casa com suas duas filhas, é obrigado a parar o carro na estrada deserta após se envolver em um acidente, ao descer do carro se depara com um homem armado que o obriga a escolher uma das meninas a ser raptada.
Eron se vê diante de uma escolha que mudará para sempre sua vida. Após esse evento ele e a polícia passam a procurar pelo paradeiro da filha, descobre com muita dor que não há vestígios e nem sinal do homem que a levou.



Com a vida totalmente arruinada, doze anos depois, Eron conhece uma garota na rua que desperta nele uma nova vontade de viver e por quem se apaixona perdidamente, mas novamente se depara com um grande conflito, aquela poderia ser sua filha sequestrada. Inicia então uma busca implacável onde pistas e segredos do passado vão sendo desvendados e ele descobre que seu grande amigo de infância pode estar por trás do desaparecimento da sua menina.



Uma história envolvente, uma trama de tirar o fôlego, um romance proibido, uma paixão avassaladora e um crime hediondo prenderão o leitor da primeira a última página. 


A Maldição de Baltazar

de R$ 38,00 por R$ 29,99
ou R$ 28,49 no depósito

Finalmente chegara o momento da batalha esperada: Ágata contra Baltazar. Por muito tempo ela estava se preparando para aquilo, e mais de uma vez analisara as chances que tinha de acabar derrotada.


Sim, talvez acontecesse...
Se fosse o caso, no fundo... Ela ao menos queria ver Scott uma última vez.

Todas as opções haviam sido testadas: Amuletos de proteção, feitiços, exércitos, mudanças de identidades... Nada funcionou. Os séculos se passaram, mas a luta de Baltazar Zarco contra a família Cyrino parece interminável.
Após ser perseguida por dezessete anos, Ágata Cyrino é uma sobrevivente a carregar o fardo da maldição de sua família. Mas cansada, quer lutar de igual para igual contra seu inimigo. Não quer mais ser uma caça, e sim, a caçadora.
Em seu caminho Ágata fizera algumas alianças que lhe poderiam ser uteis no futuro, mas acima de qualquer outra, uma nova que mudaria o rumo de sua vida ao chegar a pequena cidade de Grande Oliveira: Scott Reidel, um garoto que como ela, tem habilidades sobre-humanas.
Em sua busca para desvendar os segredos do mundo sobrenatural por ele pouco conhecido, Scott se vê preso em uma batalha maior que qualquer uma que jamais esperara ter de enfrentar. Juntos, tendo suas famílias e amigos em perigo, Ágata e Scott partem em um último golpe desesperado para derrotar o assassino imortal.


Garota labirinto

de R$ 33,00 por R$ 27,99
ou R$ 26,59 no depósito

Talvez não exista um labirinto mais difícil de percorrer do que aquele que existe dentro de nós mesmos. Sentimentos e mais sentimentos dentro de um coração que tenta, a todo custo, encontrar um sentido para tudo, mas que, quase sempre, não consegue. Por que amar dói tanto? Por que o destino fica brincando com os nossos sentimentos? Por que o cara “perfeito” demora tanto a chegar? Por que a gente não consegue ser totalmente feliz estando só? Por que a gente tenta, a todo custo, parecer forte, inabalável, inquebrável, se não somos nada disso? Por que encontrar o amor da nossa vida não significa, necessariamente, encontrar a felicidade? Se dói tanto, por que insistimos na dor? Estava na hora de alguém responder essas e outras perguntas mas, pelo mais incrível que pareça, será você mesma que responderá grande parte delas ao caminhar pelo labirinto das personagens deste livro. Garotas/mulheres que, às vezes, não conseguem entender seus próprios sentimentos, mas que não têm medo de buscar as respostas. Talvez você não encontre a saída (as respostas), mas, com certeza, irá aprender a percorrer o caminho do seu próprio labirinto.


O Portal de Orium - Os Filhos de Egoz

de R$ 33,00 por R$ 23,99
ou R$ 22,79 no depósito
O fim dos tempos é anunciado, o Ragnarök enfim teve início, o céu escurece e as estrelas sucumbem contra os planetas que são consumidos pela destruição. A fúria dos mares consome a vida na terra e os seres humanos são extintos. O Ragnarök destrói Alfheim que é engolida pelo Érebo, o equilíbrio entre os mundos é abalado. A árvore da vida, Yggdrasil, sucumbe em cinzas.


Mas outros deuses sobreviveram das ruínas da batalha, um novo sol ressurgiu no céu, e Zeus (o deus grego), o pai dos homens, trouxe vida a uma nova terra que se ergueu entre os mares. Arin e Cesar, os dois únicos humanos sobreviventes, que se esconderam sob as raízes de Yggdrasil, a árvore que sustentava os nove mundos, repovoarão o mundo. Agora livre de seus males, finalmente houve um tempo de harmonia entre deuses e homens.



A paz não duraria para sempre, pois se existe o bem também existe a possibilidade do ressurgimento do caos, o bem e o mal são forças fadadas a lutar pelo resto da existência divina. Um novo tirano se ergue entre as trevas, e com ele à sede pelo poder a qualquer preço. Alianças foram abaladas, vidas sacrificadas, batalhas travadas, a supremacia benéfica deixou de existir. A ganância de Zarc se alastrou infinitamente e até mesmo as crianças eram obrigadas a integrar os seus exércitos. A terceira parte de Orion havia sido devastada completamente. Mas após quinze anos de tormenta, a esperança ressurge novamente – renasce junto aos filhos de Egoz.


Falei que só tinha coisa bacana, né? Aproveitem pra comprar os livros, pois todos estão com preços super especiais, e garantam ótimas leituras. 


27 janeiro, 2016

Divulgação - Antologia Telaspunk

Ler, eu sei que todos aqui gostam. Mas, e escrever? Quem aqui já tem um conto engavetado só esperando a chance de publicar? Gosta de Steampunk e seus subgêneros? Então, chegou sua vez. A Madrepérola Editora em parceria com o autor Maurício Coelho irão lança a Antologia Teslapunk.


Teslapunk? O que é isso? Peraí, que eu já explico.

O Teslapunk é assim nomeado graças ao cientista e inventor Nikola Tesla, um homem que revolucionou a história do mundo nos idos do século 18. Refere-se à narrativas ficcionais (ou estilos visuais) inspirados pelos precursores da energia elétrica e aparelhos elétricos do século 18, 19 e início do século 20.
Esse estilo é um subgênero da ficção científica e pode ser considerado pertencente ao retrofuturismo, isto é, ele seria um futuro de realidade alternativa criada a partir das invenções relacionadas à energia elétrica. 

Foto: Reprodução/Revista Galileu

Essa narrativa ou estilo geralmente considera uma história alternativa onde a energia é extremamente barata (ou gratuita), limpa e muitas vezes portátil substitui todas as fontes de energias anteriores (tais como madeira, carvão e petróleo e os motores a vapor), mas ainda pode ser substituído (ou talvez nunca será substituído) por outras fontes de energias próprias (como diesel ou energia atômica).
Em algumas histórias, as tecnologias de energia gratuita são largamente esquecidas nos dias presentes, mas somente porque são mantidas em segredos por algum governo ou outra organização que usa as tecnologias para controlar as massas (ou para proteger as massas, como no caso da série Warehouse 13.)

Outros itens são comumente utilizados no gênero Teslapunk inclui armas de raio em estilo Art Deco, robôs e foguetes espaciais, temos ainda o uso da informática de forma mais primitiva. O punk em Teslapunk geralmente surge como uma “energia limpa”, “massas empoderadas eletronicamente”, neste ambiente existem muitos desafios morais, sociais etc. Estes desafiam a escassez da energia e o “monopólio do combustível” que já foi relativamente bem utilizado nos Estados Unidos no início dos anos 1900.

Foto Reprodução/Revista Galileu

REFERÊNCIA: TESLAPUNK. Disponível em: https://www.wattpad.com/2435326-sf-sub-genre-definitions-teslapunk 

Bom, agora que você já sabe do que se trata. E aí, se enquadrou no gênero. Então, vamos entender como vai funcionar essa antologia.

Regulamento de Participação na Antologia Teslapunk

1 . DA INSCRIÇÃO
1.1. A antologia Teslapunk é promovida pela Madrepérola Editora, em parceria com o autor Maurício Coelho.
1.2. Poderão participar da antologia todas as pessoas físicas maiores de 18 anos, ou menores com permissão do responsável, residentes legais no Brasil, bem como residentes no exterior.
1.3. A participação se dará da seguinte forma:

1ª Etapa:
Envio do texto na seguinte formatação: fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entre linhas 1.5 e texto justificado para o email: coletanea2016@gmail.com junto com uma minibiografia de até cinco linhas e contato com o autor do dia 12/01/2016 até 30/04/2016;

2ª Etapa:        
Caso seu texto seja aprovado pelo organizador, o mesmo entrará em contato com o autor.

2 . DA ACEITAÇÃO DOS CONTOS
2.1. Serão aceitos apenas contos em língua portuguesa, com limite de 13 mil caracteres com espaço.
2.2. Não serão aceitos fanfics.
2.3. Os textos devidamente formatados deverão ser enviados para o email: coletanea2016@gmail.com com o assunto CONTO PARA TESLAPUNK, seguido do nome do autor.

3 . NÃO SERÃO ACEITOS CONTOS QUE:
(a) possam causar danos a terceiros, seja através de difamação, injúria ou calúnia, danos materiais e/ou danos morais;
(b) ofendam a liberdade de crença e as religiões;
(c) contenham dados ou informações racistas ou discriminatórios;
(d) façam propaganda eleitoral ou divulguem opinião favorável ou contrária a partidos ou candidatos;
(e) tenham sido produzidos por terceiros;
(f) que não venham formatados nas normas estabelecidas por esse regulamento e descritas no item 2.1.

4 . DOS CONTOS:
4.1. Os contos inscritos serão analisados e selecionados mediante avaliação do profissional nomeado pela organização da antologia, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis. A avaliação se dará com base nos seguintes critérios:
(a) criatividade e originalidade do enredo;
(b) adequação do enredo ao universo ficcional do livro
(c) impacto do conto e qualidade dos recursos narrativos utilizados.
4.2. Ao se inscrever na Antologia o autor autoriza automaticamente a veiculação de seu conto.
4.3. Um determinado conto poderá ter mais de um autor, num número limite de dois. Um determinado autor não poderá participar da mesma antologia com mais de um conto.
4.4. Só serão aceitas inscrições através dos procedimentos previstos neste regulamento. Os dados fornecidos pelos participantes, no momento das inscrições, deverão estar corretos, claros e precisos. É de total responsabilidade dos participantes a veracidade dos dados fornecidos ao organizador.
4.5. Em caso de fraude comprovada, o conto será excluído automaticamente da antologia.

5 DA PUBLICAÇÃO:
5.1 A inscrição do conto é gratuita. 
5.2 Não há taxa a ser paga para que o conto do autor seja publicado. 
​5.3 A antologia será publicada em meios digitais.

6 . OUTRAS INFORMAÇÕES
6.1. Dúvidas relacionadas a esta antologia e seu regulamento poderão ser enviados para o e-mail: coletanea2016@gmail.com com o assunto DÚVIDAS TESLAPUNK
6.2. Todas as dúvidas e casos omissos neste regulamento serão analisados por uma comissão composta pela equipe organizadora e sua decisão será irrecorrível.
6.3. Para todos os efeitos legais, os participantes da presente antologia, declaram ser os legítimos autores dos contos inscritos e garantem o ineditismo dos mesmos, isentando o organizador de qualquer reclamação ou demanda que porventura venha a ser apresentada em juízo ou fora dele.
6.4. O organizador reserva-se o direito de alterar qualquer item deste Regulamento, bem como interrompê-la, se necessário for, fazendo a comunicação expressa para os participantes.
6.5. A participação nesta antologia implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste regulamento.

7 . RESULTADOS
7.1. Os nomes dos selecionados da antologia Teslapunk serão divulgados no dia 02/05/2016 no site da Madrepérola Editora e na página do organizador Maurício Coelho.

PARA SABER MAIS
BARREIROS, João (org). Lisboa no ano 2000. Lisboa: Saída de Emergência, 2013.
FRACTION, Matt. The Five Fists of Science. Image Comics, 2006.
O Grande Truque. Dir Christopher Nolan. Warner Bros., 2006. Filme.
TESLA, Nikola. Minhas invenções. São Paulo: UNESP, 2013.
TKXIII: Tesla Punk. Disponível em: https://www.wattpad.com/story/31942822-tkxiii-tesla-punk (inglês)

Já estou super curiosa pra ver como essa antologia vai ficar.

24 janeiro, 2016

Eu sempre acreditei

E hoje, pela primeira vez eu não vou falar de livros, mas de uma série. Vou falar de Arquivo X, a melhor série de TV da galáxia ever. 

Imagem - Reprodução/Omelete

A série estreou na tv americana em 1993, mas eu só comecei a assistir em meados de 1994 pela rede Record. Na época, tv à cabo era algo um pouquinho caro demais, e nem todos tinham, internet então era ficção científica apenas. Então, tive que passar alguns anos acompanhando apenas pela tv aberta. No início a Record exibia a série aos domingos, mas após algum tempo passou a exibir às sextas. Foram anos e mais anos nessa rotina. Sorte de quem não precisa hoje em dia passar por esse perrengue. Mas, foram bons tempos.


Vou fazer um resumo do resumo da série: temos 2 agentes do FBI, Fox W. Mulder (David Duchovny) e Dana Sully (Gillian Anderson). Ele trabalha nos Arquivos X, que é um segmento do FBI que cuida de casos não solucionados que envolvem fenômenos paranormais, e ela (uma médica cética) é designada pra fazer análises com base científica, das descobertas dele. 

Eu não vou me prolongar nas sinopses, não é esse o foco. Eu preciso contar pra vocês como Arquivo X influenciou minha vida. Como já disse anteriormente, eu assitia a série na tv aberta, e diferente de hoje, ainda nos comunicávamos por carta ou telefone. E eu era a maluca da turma que assistia uma série de ficção científica, que falava sobre E.T.s o tempo todo e ainda passava nas sextas-feiras. Então, passei anos e anos, sem ter com que conversar a respeito. Posso garantir que isso era uma tortura. Mas como a série durou um longo período, nos últimos anos já tínhamos mais meios de comunicação e muitas pessoas se tornaram fãs.

Nunca me esqueço, de uma prova de natação que eu teria que participar no Rio de Janeiro. Como na época, viajar de avião não era algo muito usual pra mim, fui de ônibus com um grupo de outros atletas (e sim, dentre um milhão de outras coisas, eu também fui atleta). A competição era no domingo, e como precisávamos estar descansados na hora da prova, tivemos que viajar na sexta. Logo, eu perdi o episódio do dia. E dentre outras sandices da época, não existia reprise. Perdeu, perdeu. Foram 3 longos anos, até eu poder assistir Vampiros, que foi o episódio não assistido. 

Como todo fã que se preza, com o tempo, comecei a adquirir tudo que se relacionava a série: dvds, livros, bonecos, bolsas. Tinha o famoso X ou uma das personagens, tava eu lá, investindo meu rico dinheirinho.

Minha coleção de DVDs


Meus livros

Aqui é o momento fofura

Sem falar de Mulder que foi meu primeiro e único crush da vida. 

Foto: Reprodução/Imgur

A Scully é inteligente e perspicaz, mas sempre mantém seu ceticismo. Eu me via muito nela, não pela inteligência, mas pelo fato de sempre tentar encontrar explicações plausíveis pra tudo. 

Mas, como toda série longa, teve seus altos e baixos. Porém no geral foi a melhor série de tv que já vi na minha vida. E qual não foi minha surpresa e imensa felicidade quando vi o anúncio de uma nova temporada 14 anos após o término.


E pra esquentar os tamborins, a Fox decidiu fazer uma maratona que começa hoje, dia 24.01.2016, à meia-noite e se estende até a meia-noite do dia 25, que é quando estreia no Brasil a 10ª temporada. 

Eu já perdi a conta de quantas vezes assisti a série inteira, então provavelmente não acompanharei a maratona, até porque quero me preparar para assistir a estreia. 

Vou colocar abaixo a lista com os episódios que passarão na tv antes da estreia. Aí, quem não for acompanhar a maratona, mas se interessar em conhecer um pouquinho mais da série, pode procurar depois. Lembrando, que a série completa está disponível na NETFLIX.


Na 1ª temporada eu teria acrescentado o desfecho do Assassino Imortal que se chama Eugene Tooms Volta a Atacar.


Em relação a 6ª temporada, na minha opinião faltou Terra dos Sonhos. É um dos meus episódios preferidos.

Curiosamente não existe nenhum episódio da 8ª temporada. Pra quem acompanhou a série na época, sabe que houveram diversos problemas que culminaram com a saída de David Duchovny do elenco e a entrada de Robert Patrick que interpretou o agente Doggett.

Foto: Reprodução/Kultx

E da agente Mônica Reyes interpretada pela atriz Annabeth Gish.

Foto: Reprodução/Adoro Cinema

De tempo em tempos, a emissora irá apresentar um especial intitulado Arquivo X, onde os atores, produtores e roteiristas irão falar um pouco mais da série.

Pra quem quiser entender um pouquinho mais da série, tem um post muito bacana do pessoal do Omelete que explica tudo direitinho.

Então, todos estão preparados pra maratonar? Eu confesso que estou extremamente ansiosa com essa estreia. As minhas expectativas estão nas alturas, espero não me decepcionar.

E a verdade ainda está lá fora.

21 janeiro, 2016

Parceria com o escritor Marcos DeBrito

É com muita alegria que venho hoje anunciar a mais nova parceria do blog, com o cineasta e escritor Marcos DeBrito. Nem vou ficar de muito blá blá blá, só vou dizer que desde o lançamento de seu primeiro livro eu já queria muito lê-lo. Então, vamos conhecer um pouco do moço e de suas obras.

Marcos DeBrito

Na busca para se tornar um diretor cinematográfico, Marcos mudou-se para São Paulo, em 1998, e se formou no curso de cinema da FAAP. Ao longo da carreira de curta-metragista, sua característica em unir a narrativa clássica com estética experimental lhe rendera cerca de 30 prêmios nacionais e internacionais. 
Seu primeiro trabalho finalizado em 35mm, VÍDEO SOBRE TELA recebeu um Kikito em Gramado de 2001 e seus filmes seguintes, UNINVERSO e O.D. OVERDOSE DIGITALarrecadaram diversas premiações e exibições em festivais importantes pelo Brasil e afora. Devido sua particularidade visual, Marcos foi convidado a escrever e dirigir o curta FRANÇOIS em Montreal, à convite do governo canadense. O trabalho foi sua primeira coprodução internacional.
Atualmente, seus trabalhos estão voltados para o terror. Com seu primeiro romance publicado pela editora Rocco e seu primeiro longa-metragem para estrear nas salas de cinema no próximo ano, Marcos parece ter encontrado sua vocação no gênero.



"Durante o dia, Vila Socorro é apenas uma pacata cidade do interior de São Paulo, reduto da imigração italiana no Brasil. Mas, quando o sol se põe, uma criatura desconhecida aterroriza os moradores, que cobram uma solução das autoridades locais, afinal, há décadas o vilarejo sofre com mortes misteriosas, cometidas por um assassino que não deixa rastros e desafia a lógica humana. Estreia do cineasta Marcos de Britto na literatura, À sombra da lua já nasce um forte candidato a clássico do terror nacional ao explorar o mito universal do lobisomem contrapondo, numa narrativa madura e vigorosa, racionalidade e mistério. "



"Cangaço, um palhaço com o rosto e mãos cobertos de sangue, está algemado em uma sala onde é interrogado por Moreira, o investigador daquela pequena cidade do interior. O homem, que
praticava pequenos delitos pelo centro com o seu comparsa Bola 8, é o principal suspeito dos crimes hediondos que ocorreram em uma casa próxima da floresta.
A residência fora alugada por cinco jovens que resolveram passar o feriado na cidade. Enquanto Lena tenta conquistar Théo, Beto investe suas cantadas em Mari. Ao passo que essas relações se estreitam, Vanessa desaparece e outros personagens encorpam as reviravoltas da trama.
Com referências dos filmes de terror dos anos 80, Condado Macabro segue a fórmula do suspense, com muito sangue e humor."

Além de livro, também encontramos Condado Macabro em um longa-metragem que foi vencedor do ProAC de finalização em 2012. Veja o trailer, se tiver coragem.


No elenco temos: Leonardo Miggiorin, Rafael Raposo, Paulo Vespúcio, Larissa Queiroz, Francisco Gaspar, Marcela Moura, Fernando de Paula, Bia Gallo, entre outros.
Para conhecer um pouquinho mais sobre o filme, como fotos, vídeos, notícias e currículo dos atores e equipe, visite o website do projeto www.condadomacabro.com.br.

Terror é o meu gênero de leitura favorito desde sempre, e estou super empolgada com a parceria. Muito obrigada Marcos pela confiança e bem-vindo ao Profissão: Leitora.

Compre À Sombra da Lua Amazon | Americanas | Submarino
Compre Condado Macabro  AmericanasSubmarino

19 janeiro, 2016

Dia do Poe

Imagem - Reprodução/Edgar Allan Poe - Evermore

Acho que já é sabido de todos, que eu amo Edgar Allan Poe. Sem nenhuma sombra de dúvida, é o meu escritor estrangeiro preferido da vida. O conheci ainda muito jovem, por volta dos 9/10 anos de idade, e de lá pra cá o amor e admiração só aumentou. Já li sua obra completa mais de uma vez, e a impressão que tenho é a de cada vez que a releio são obras diferentes, sempre encontro algo novo e isso é fascinante. 

Hoje, dia 19 de Janeiro de 2016, é o aniversário de seu nascimento. E pra comemorar, nada melhor do que ler Poe. Mas antes, vou mostrar o que tenho dele, e relembrar todas as vezes que já falei sobre o meu querido no Profissão:Leitora.

Imagem - Reprodução/David G. Forés

Antes de mais nada é bom lembrar que a obra do escritor já está em domínio público, então não há desculpa pra não ler. Em uma pesquisa rápida, é possível encontrar tudo sobre ele. Sem esquecer das nossas queridas bibliotecas espalhadas pelo país. Com certeza, pelo menos uma das obras dele você vai encontrar.



Essa é a minha pequena coleção de livros dele. Confesso, que já foi bem maior. Porém, decidi me desfazer de alguns. Só fiquei realmente com as edições mais bacanas. 

Começando de baixo pra cima, temos uma edição fantástica com a obra completa dele da Barnes & Noble, o The Complete Tales and Poems of Edgar Allan Poe. Essa edição é encontrada apenas em inglês, mas mesmo para aqueles que não são muito íntimos da língua, vale a aquisição pois é uma obra-prima. Eu fiz um unboxing dele assim que  o recebi.


Outra obra linda é o Contos de Imaginação e Mistério da Editora Tordesilhas. É um livro de capa dura com jacket, prefácio de Charles Baudelaire e ilustrações fantásticas de Harry Clarke. 


Depois temos O Corvo - Um Livro Colaborativo. Falei sobre ele e O Corvo - Edição Trilíngue, ambos da Editora Empíreo, em um post aqui mesmo no blog. Estou lendo-o no momento, e posso garantir que é bom demais.

O Corvo - Um Livro Colaborativo e O Corvo - Edição Trilíngue

O próximo eu recomendo fortemente pra quem quer conhecer o escritor. É o Edgar Allan Poe - O Mestre do Terror, escrito pela Jeanette Rozsas. O livro é uma biografia romanceada de Poe. Apesar de já conhecer a obra e a vida dele na época que li o livro, adorei a experiência. Pois, devido a ser uma edição romanceada, a obra tem um ar leve, mesmo carregando toda uma aura pesada da vida "meio pregressa" do senhor Poe. Além de ser uma edição linda e repleta de fotos e informações históricas da época.

Edgar Allan Poe - O Mago do Terror

Aí, nós temos um livro que eu comprei pela capa, mas tem um história "fascinante" nessa compra. Certo dia, dou de cara com esse livro na vitrine de uma livraria. Entrei e fui procurá-lo, como não o encontrava, pedi ajuda a uma funcionária. Qual não foi minha surpresa, quando ela do lado de fora da loja, deu um grito, sim um grito, pra outra funcionária perguntando sobre o livro com o "cara bigodudo" na capa. WHAT???? Como assim, cara bigodudo? Era o Poe. Quase tive uma síncope, mas fiz de conta que não ouvi nada, peguei o livro, acarinhei o pobre "cara bigogudo" da capa, e fui levá-lo pra repousar em um lugar mais digno (minha estante, rs).

Pra finalizar, mas não menos importante, nós temos uma miniatura linda por demais da Editora Los Libros Mas Pequeños Del Mundo. Eu adquiri essa edição na Bienal do Livro de São Paulo, em 2014. É um livro bem miúdo, são menos de 7cm de altura, mas as letras são de um tamanho bacana, é possível ler sem maiores problemas. Essa edição já foi folheada inúmeras vezes, mas nunca a li. Comprei pra decoração mesmo.


Agora vem o meu xodó, meu boneco do Poe. Eu diria que esse foi um dos melhores presentes que ganhei na vida. Amo enlouquecidamente. Na época que ganhei, o meu namorado comprou no mercado livre, mas pesquisei e não o encontrei mais. Porém, é possível achar ele e mais um monte de outros bonecos de outros escritores famosos na loja original. No site o preço é de $18,95, mas caso queira comprar, lembre-se de que é um brinquedo, e a taxa de importação é de 60% do valor do produto, e o dólar infelizmente continua muito alto.

Edgar Allan Poe - Little Thinker

E pra ficar melhor ainda, o blog vai sortear alguns brindes. Basta seguir as regras e boa sorte!

Kits do sorteio
Regras

  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Curtir a página Profissão: Leitora
  • Acessar o link e clicar em quero participar;
  • Serão 3 ganhadores, sendo que será seguida a ordem de sorteio: 1º nome - kit 1, 2º nome - kit 2, 3º nome - kit 3;
  • Caso as regras não sejam cumpridas será realizado um novo sorteio;
  • Os ganhadores terá até 48 hrs após o sorteio pra responder a mensagem que será enviada;
  • O blog terá até 30 dias após o sorteio pra enviar o prêmio aos ganhadores;
  • O blog não se responsabiliza por nenhum tipo de extravio do item após o envio.
Bom pessoal, acho que é isso. Comemorem também esse dia lendo, relendo, mas não deixem de conhecer esse autor fantástico.

14 janeiro, 2016

Literatura Infantil - O Poço e o Pêndulo

Livro  O Poço e o Pêndulo
Autor - Edgar Allan Poe (adaptado por Rodrigo Espinosa Cabral)
Editora - Ridell - 30 pgs

Preso pela Inquisição, o personagem desta história não sabia qual seria o seu fim. Só possuía uma certeza...não escaparia. Para quem gosta de suspense, este livro é a leitura ideal, pois o narrador nos faz sentir parte da história. E o desfecho inimaginável ocorre no último minuto.




E sim, o menino veio passar férias comigo e mais uma vez, tem como missão gravar um vídeo falando sobre suas experiências literárias. E como um bom flopador, ele está enrolando algumas leituras. Porém, eu tinha guardado um livrinho especial pra ele aqui em casa. Queria que ele conhecesse meus escritores favoritos, e achei uma adaptação infantil do conto O Poço e o Pêndulo de Poe. 

Ok, é um conto bem curto, apenas 20 e poucas páginas, mas ele leu em uma tarde e contou no vídeo abaixo o que achou, Bora assistir?



Espero que esse seja o começo de um amor duradouro entre um criança e um autor. 

e você já leu algum livro do seu autor favorito pra alguma criança?


11 janeiro, 2016

As Noivas de Robert Griplen de Talita Vasconcelos


Livro - As Noivas de Robert Griplen
Autora - Talita Vasconcelos
Editora - Independente - 119 pgs

Há 200 anos, todo dia 24 de março, uma moça com 17 anos desaparece misteriosamente na cidade de Salem. As irmãs Dawson, Susan e Anne são gêmeas e irão completar 17 anos brevemente.
Robert Griplen é um homem amaldiçoado pelo destino, e foi tragicamente separado de sua noiva na véspera do casamento.
Certo dia, elas sobem em um penhasco e mergulham em uma piscina que que fica logo abaixo dele. Inacreditavelmente conseguem respirar embaixo d´água, e como se isso não bastasse encontram sereias e uma mansão  misteriosa totalmente preservada. Na volta à superfície, elas não tem certeza se o que aconteceu foi sonho ou realidade.
O destino dos 3, irá se cruzar ao de inúmeras moças que vieram antes delas, e que não puderam resistir ao encanto das águas de Salem.

O livro é narrado em 3ª pessoa, e o narrador tem acesso a todas as informações. Nos primeiros capítulos nós conhecemos as gêmeas, e acompanhamos o sofrimento de Susan, que vê sua irmã Anne, enlouquecer aos poucos. Quando já conhecemos um pouco da história das meninas, voltamos 200 anos na história e conhecemos Robert Griplen. A partir daí, a narrativa se intercala entre presente e passado. A autora vai nos envolvendo na história em doses homeopáticas, até o momento onde simplesmente não é possível mais deixar o livro de lado. A leitura precisa ser finalizada. 

Eu adoro histórias desse gênero, e a Talita soube dosar suspense, romance e um pouco de fantasia perfeitamente. Eu me vi, por diversas vezes ansiosa com a leitura, querendo chegar logo no final e saber o que finalmente aconteceria. A narrativa é rápida e dinâmica, mas isso não a deixa superficial, pelo contrário, parece que nos envolve ainda mais.  

As descrições no livro são muito boas. Com poucas palavras a gente consegue mergulhar de cabeça no contexto da história, e visualizar tanto a ambientação quando as personagens. Ela consegue fazer com que seja possível quase palpar o ar de Salem. 



Uma das descrições que mais gostei, era quando ela descrevia o perfume de jasmim que surgia em determinados momentos da narrativa. Acreditem, eu sentia o cheiro. 

Eu li o livro em PDF, e pasmem! Não encontrei nenhum erro de revisão. Digo isso, pois é muito comum encontrarmos erros até em livros físicos quanto mais em PDF, mas nesse não há. A única ressalva que eu faço é quanto a capa. Ela mostra bem o ar da época em que se passa a história, mas espero que quando ganhar sua publicação física, ela seja bem mais caprichada.

Sem dúvida nenhuma, recomendo e muito essa leitura pra pessoas que gostem de histórias bem contadas e com finais surpreendentes.

Compre na Saraiva

10 janeiro, 2016

Divulgação do lançamento de As Faces da Luz de Tatiane Durães

Nesses últimos dias eu participei de uma campanha super bacana. Eu e mais alguns blogueiros, fizemos uma semana especial pra divulgar o lançamento do livro As Faces da Luz da Tatiane Durães pela Editora Arwen. 

Vamos a um resumo de tudo que aconteceu no últimos dias.

Pra começar, vamos conhecer um pouquinho do livro. 



"Ao ser forçada a atravessar um portal por um imenso lobo, Tayara se depara com um mundo que jamais imaginara, e elfos e bruxas passam a fazer parte de sua realidade. Mas o que ela não sabe é que seu destino fora traçado muito antes de seu nascimento. 
Agora ela terá que escolher entre a razão e o coração, pois ao se apaixonar por um elfo, descobre que uma forte maldição a prende a ele.
Uma aventura repleta de magia e descobertas, se inicia."




Eu já li o livro e vocês podem conferir o que achei no link

E gentilmente, a escritora cedeu uma entrevista super bacana pro Profissão: Leitora. Confira no link

Tatiane Durães

Quem não gosta de quotes, bom sujeito não é (rs). Eu adoro, e esses aqui são super especiais.




Isso, é só pra dar um gostinho do que vem pela frente.  O livros estará em todas as livrarias a partir do dia 30.01.2016. Posso garantir que é fantasia da melhor qualidade. 

Preparem-se pra atravessar o portal pra Arcantatys.

07 janeiro, 2016

Primeiras impressões - Beije Minha Bunda, Perfil de um Assassino de Clayton de la Vie

Livro - Beije Minha Bunda, Perfil de um Assassino
Autor - Clayton de la Vie
Editora - Percurso

Pietro Horn Bartzen e Mary Robinson formam um casal como tantos outros que existem por aí. Juntos há muitos anos, já não são mais os mesmos do início do relacionamento. Ele tornou-se um homem agressivo e amargo e ela, apenas aceita a situação e tenta contornar os problemas. Dessa relação nasceram 5 filhos, o mais velho levou o nome do pai: Pietro Stanley Bartzen Jr.

Ele foi uma criança com problemas de saúde além de sofrer bullying no colégio, mas sempre sonhou conquistar a admiração do pai. Pra sua infelicidade, além de todos os outros problemas, Pietro era constantemente agredido pelo pai. O pai nunca demonstrava nenhum tipo de afeto, absolutamente nada. Apenas palavras amargas e agressões.

Mesmo com todos esses percalços ele tem bons amigos, e um deles é Richard. Com o tempo, o que era só uma amizade torna-se algo muito maior, e Pietro percebe que está apaixonado por Rick, e o melhor de tudo, o sentimento é recíproco. Seguem-se dias mais amenos e felizes. E pela primeira vez o seu pai demonstra algo. Reconhecendo que ele se tornou um bom homem, presenteia-o com um carro, mas Pietro deve pagar as prestações. São tantas coisas ao mesmo tempo que ele se esquece do compromisso, e o pai confisca o carro. Quando consegue pegá-lo de volta, foge. Indo parar em Madre de La Torre e conseguindo um emprego em uma funerária.


Eu sempre digo que um livro prende a gente nas primeiras palavras. E aqui aconteceu exatamente isso.

O autor consegue descrever as personagens com poucas palavras, mas de tal maneira que é como se eu os conhecesse pessoalmente. O ambiente descrito é assustador e opressor. As situações pelas quais Pietro passa, são no mínimo indigestas.  Mas, Clayton consegue prender a atenção do leitor da primeira a última linha. Eu me senti de certa maneira mal quando lia as descrições de agressão, mas eu queria mais. Não que o protagonista fosse agredido, mas queria conhecer mais a história, saber mais dessa família, os reais motivos pra que essas coisas acontecessem.  Me peguei ansiosa em saber o que vinha pela frente,  ah... e como gosto disso.


Infelizmente, ainda não li a história inteira, mas por essas poucas páginas, posso dizer que é uma narrativa fluida e direta, o autor te conta a história como ela é, sem meias palavras. Outro ponto forte: eu me senti fazendo parte da história, sofri junto com o protagonista, senti a dor da mãe e o amor pelo amigo.

Sei que são apenas poucas páginas, mas como disse anteriormente: o livro pega a gente no início, e esse me pegou. Agora sigo em desespero até conhecer o restante da história.

Leia também o primeiro capítulo.