12 junho, 2016

Amor de Cordel por Andrea Marques

Amor de Cordel por Andrea Marques 
Editora Pandorga
398 pgs

Carolina é uma mulher moderna e independente. Trabalha como terapeuta ocupacional, e ama o que faz. Ela exerce a função em dois locais: um hospital público e uma clínica particular. Casada há mais de uma década com Miguel, apesar de não terem filhos, considera-se uma mulher feliz e realizada. Até que um dia, seu mundo vem abaixo quando seu marido pede a separação pois está apaixonado por outra mulher.

Depois do baque inicial, Carolina consegue se reerguer e começa uma nova vida. Dentre algumas decisões pra essa nova fase, ela risca da sua lista a de encontrar um novo amor. Então dedica-se de corpo e alma ao seu trabalho, as adaptações ao novo estilo de vida, ao ballet, atividade nova pela qual se apaixona e segue em frente. Até que conhece Alexandre, e tudo muda.

Antes de mais nada, vou contar uma história. Não sou fã de romances. Imagino que agora você se pergunta: "como isso?, "se ela não gosta, como lê?" "e como vai falar de um livro de romance se não gosta de romance"? Pois é. Não sou romântica, nunca fui e isso influencia diretamente no meu gosto literário. Mas acho que por mais que não gostemos de um gênero, o bom leitor deve se aventurar e sair da sua zona de conforto. Com esse propósito na cabeça, nem pensei duas vezes quando meu foi oferecida a leitura desse livro pela Lilian Comunica. Li a sinopse por alto e achei que ia de encontro com o que eu tinha proposto pra mim.

Aí é o momento onde o queixo vai ao chão... EU ADOREI O LIVRO!

Sim senhoras e senhores, a pessoa que vos fala gostou de um romance. Então, vamos aos detalhes. 


Me identifiquei muito com a protagonista, e isso foi muito bacana. Diferente de outros livros que havia lido anteriormente, Carolina é uma mulher mais madura, com 38 anos no início da história, idade próxima da minha. Fora isso, ela mora em cidade diferente da família, trabalha na área da saúde, e se apaixona por alguém mais novo que ela. Muita coincidência pra uma história só.

Além desses detalhes, a autora durante a narrativa, toca em vários assuntos delicados. Carolina quando vai morar sozinha, conhece seus vizinhos Lucas e Gustavo, que são um casal de homossexuais. Eles moram juntos há um bom tempo, e a protagonista presencia momentos onde eles sofrem discriminação por parte de vizinhos, chegando até a agressões físicas. Além desse, também são abordados assuntos como saúde pública, agressão a mulher, assédio, entre outros. É claro que todos são abordados de maneira superficial, afinal seria quase impossível se aprofundar em cada um deles durante essa obra. Porém, gostei demais dessa abordagem, isso traz a personagem pra mais perto do leitor, a torna mais verossímel.

O livro é narrado em 1ª pessoa, o que normalmente não me agrada muito. Não gosto de ver a história através de um único ponto de vista, mas a autora soube caminhar tão bem com a narrativa, que eu amei ver o mundo através dos olhos da Carol. Outro fato, o livro é extremamente detalhado, mas a leitura não se torna cansativa por isso, muito pelo contrário, é muito fluida e agradável.

A autora, é terapeuta ocupacional, o que torna todos os detalhes que a Carol nos conta mais interessantes ainda. Confesso que, apesar de ser formada na área da saúde, não tinha muito conhecimento sobre essa profissão. Mas fiquei encantada com cada detalhe. 


Mas como nem tudo são flores na vida, existiram alguns pontos que não me agradaram por completo. O clichê, ah, o clichê. Sim, aqui existe e não, definitivamente não gosto dessa ideia. Alexandre é o típico príncipe encantado: bonito, forte e rico, e Carolina uma moça delicada e frágil, apesar de experiente. Outra coisa, o mocinho me passou a imagem de extremamente possessivo. Pra quem nunca passou por um relacionamento assim, pode até achar bacana, mas eu detestei ele. Vivi algo assim, e me sentia oprimida, e não feliz e amada. E Carolina, apesar de madura, demonstra muita insegurança. No decorrer da narrativa isso não me incomodou no geral, mas próximo ao fim do livro acontece um fato onde a insegurança dela alcança um nível estratosférico, e nesse momento fiquei um pouco cansada. Outro ponto, as personagens não mudam em nada esses traços no decorrer da trama toda. Gostaria que, mesmo que fosse bem sutil, tivesse existido uma evolução. 

Quanto a parte gráfica, o livro é impecável. A capa é belíssima, a diagramação também é muito boa, só um pequeno adendo quanto a revisão, pois existem alguns poucos erros na obra, mas existem. 

Tirando esses pequenos detalhes, eu fiquei completamente apaixonada pela história, pelas personagens, pela ambientação. Confesso, que quando chegou no final, eu fiquei com um gostinho de quero mais. 

E enfim, posso dizer com segurança, que eu gosto de romances também.

Compre: Amazon 

37 comentários:

  1. Nossa, não sei como ainda não tinha ouvido nada a respeito desse livro. Eu amo o gênero e sua resenha me deixou bem empolgada e que legal saber que, mesmo você não gostando de romances, a leitura foi positiva. Vou procurar mais informações sobre esse enredo.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi Nelmalina,
    Bem, apesar da obra ter lhe conquistado dessa maneira, a história não despertou meu interesse. Gostei de ver a sua opinião sobre o desenvolvimento mas a premissa não me deixou com aquela vontade de ler. Não curti muito a capa mas acho que isso é só um detalhe, eu jamais deixaria de ler um livro por não ter gostado da capa. Se eu tivesse ficado instigada pela leitura, sem dúvida alguma o leria mas isso não aconteceu.

    ResponderExcluir
  3. Oi, existem clichês e clichês não é? Alguns a gente digere, mas outros... não. Também acho que esse seria um fator que me incomodaria no enredo, mas ainda assim, fiquei interessada em conhecer o livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gostei do livro, mas ele não me impressionou muito. Quando leio um romance algo precisa ter o UAU e ele não teve, gostei muito da história focar na carreira dela, isso gostei bastante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nel
    Ouvi falar pouco desse livro, mas a premissa parece boa. Apesar de algumas ressalvas suas eu gostaria de ler se tivesse oportunidade.
    Eu não ligo para um bom clichê, e gosto de narrativas em primeira pessoa, então....rs
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  6. Nel antes de mais nada gostaria de lhe dar os parabéns. Sua resenha ficou maravilhosa e bem completa, você fez um verdadeiro raio X do livro da história. E as informações que você destacou da história sobre as personagens, os temas abordados e até os pontos que te desagradaram foram bem argumentados.
    Não conhecia esse livro mas após ler suas impressões fiquei curiosa. Obrigada pela dica!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah esqueci de dizer que assim como você também costumo tentar ler livros que não tenho o hábito, como você destacou, sair da zona de conforto faz bem e abre nossos horizontes. Além disso podemos ter surpresas positivas, não é!!??

      Excluir
  7. Oi!
    Eu adoro romances mas admito que, se fosse pela capa, eu nem me aproximaria desse. Contudo a trama parece ser bem envolvente e trata de diversos assuntos importantes, o que são pontos favoráveis. Além do mais se conseguiu conquistar uma pessoa que não gosta do gênero é porque ele realmente deve ter algo de bom.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oie tudo bom??

    eu conheço outra pessoa que não gosta de romances, ela passa longe da lista dos meus livros!
    Mas é como sempre eu falo, tem que sair da área de conforto, porque não é que você não gosta do gênero e sim, que você não achou o livro certo, já que tem vários livros de romance.
    Eu não conhecia esse livro! e gostei muito do enredo, gosto das protagonistas mais maduras, porque corta o mimimi que aparece muito nos liros atuais!

    =)

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Fico feliz que você tenha ficado apaixonada pela história. Diferente de você, gosto muito de romances e de clichês, acho que me sinto bem com eles, de certa forma.
    Achei bacana a protagonista ser mais madura e a autora trazer esse fato de vizinhos homossexuais, entretanto, fiquei receosa em relação a possessividade do mocinho, já tive um relacionamento assim e não foi legal.
    Vou deixar esse nome em stand by.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. oi, tudo bem?
    eu já vi outras resenhas do livro, e não consegui me envolver ou interessar pela história. Mas acho legal a protagonista ser madura, porque é um diferencial.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Tenho lido muitas resenhas positivas deste livro e acabei ficando interessada nele, que inclusive já entrou para minha lista de leituras.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nel, tudo bem?

    Ahhh clichês... adoro! Hahahah
    O amor é clichê, então não me incomodo de ler certas coisas batidas, desde que, claro, haja certas inovações como parece ser o caso. Já começa pelo fato da protagonista ser uma mulher mais madura, apesar dessa insegurança que vc mencionou.
    Acredita que, diferentemente de você, eu adori narrativas em primeira pessoa. Gosto de estar na mente do narrador.
    Que bom que você arriscou a leitura e gostou, é bom sair da zona de conforto.
    Só não curti a capa.

    Beijo

    ResponderExcluir
  13. bem, assim como vc tbm não gosto de romances... mas se for um clássico, eu gosto... mas o que me dá certa repulsa nos romances escritos ultimamente é o excesso de clichês... por isso não leria esse, apesar dele ter te surpreendido... =T
    com relação a ser em primeira pessoa, até gosto, dá a impressão que o narrador conversa comigo hehehe

    bjs ^^

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Muito bacana você sair da sua zona de conforto. Eu que amo romance, às vezes tento me aventurar em gêneros que não leio tanto. Completamente diferente de vc! rsrsrs Contudo, esse livro não me despertou tanta vontade de ler, apesar de ter gostado muuuuito de ver que a protagonista é uma mulher mais velha, diferente de praticamente todos os livros que leio. Isso foi algo que fez vale pra mim.
    Bjks
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  15. Tive que vir saber a sua opinião e dei um sorrisão por saber que mesmo conhecendo um pouco os seus gostos você amou a leitura, apesar das coisas que te incomodaram.Fiquei muito feliz porque também amei o livro e sim, os assuntos diversos que a autora pontuou que me fez amar mais ainda a leitura. Mas não fique com gostinho de quero mais não porque pelo que vi será uma trilogia, então vem mais por aí.


    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi!

    Ao contrário de você não me incomoda o livro ser na primeira pessoa, pois sempre me imagino no papel do protagonista o que me incomoda é quando tem mais de um narrador, aí.... Esse livro traz vários conceitos impostos pela sociedade e o fato da protagonista ter 38 anos é muito legal, pois parece que os autores só gostam de adolescentes. Não é algo que me cative ao ponto de querer adquirir a obra, entretanto me vejo lendo. Obrigada pela dica e beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Apesar da capa ser bem feia (sim, eu detestei a capa hahahah) a história me chamou bastante atenção.
    Como vc disse a protagonista é mais velha, e isso é um avanço enorme, pois não tem os mimimi's de sempre.
    Fora que o livro aborda vários assuntos importantes da atualidade que precisam ser discutidos, como o preconceito com homossexuais.

    ResponderExcluir
  18. As vezes eu gosto quando os livros tocam em assuntos pesados, mas não se aprofundam neles. Mesmo assim só uma pincelada já incute na mente do leitor, mesmo o mais novo, aquela ideia e depois posteriormente ele poderá ler mais sobre o assunto ou não. Essa ideia de tocar de leve nesses assuntos pode gerar uma grande mudança na vida de uma pessoa, mas uma mudança feita aos poucos, pois penso que não adianta muito já chegar abordando de forma profunda esses temas em um livro que era para ser uma leitura leve, pode causar o efeito contrário. Enfim, só minha opinião. Além disso, gostei muito de saber que mesmo você não gostando de romances esse livro lhe agradou, é muito bom quando um gênero surpreende a gente.

    Beijos,
    Mariana Baptista
    umavidaporlivro.wordpress.com

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Diferente de você, eu amo livros de romance e não conhecia esse ainda. O que mais me chamou a atenção foi que Carolina (minha xará) é uma mulher bem mais velha e com certeza no livro não deve ter esses dramas que adolescentes fazem o tempo todo. Anotei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Semana do dia dos namorados, esse livro é uma ótima pedida, vou adiciona na minha lista de desejados. Excelente resenha.

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    É tão bom quando descobrimos que gostamos de algum gênero literário. Claro que temos os nossos favoritos, mas de vez em quando podemos caminhar por outro lugares. Achei a história muito legal e que tem temas polêmicos, mas que devem ser abordados mesmo que seja superficialmente. Essa questão de o mocinho ser obsessivo é bem relativo pois enquanto uns amam outros odeiam. No livro deve ser algo legal, mas viver na prática é outros quinhentos.
    Adorei a sua opinião e se tiver oportunidade quero ler.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  22. Oie

    Eu também não curto romances mas concordo com vocês, às vezes devemos e é bom sair um pouco da zona de conforto. E quem sabe se surpreender, como ocorreu com você, isso é ótimo!
    Eu adorei sua resenha e fiquei com vontade de ler esse também. Ainda mais sabendo que conquistou outra leitora não fã dos romances rs. Já vou anotar essa dica.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oioi!
    Eu pelo contrario adoro um romance, acho q é meu genero preferido.
    Fico feliz que vc tenha gostado, eu entao vou amar!
    Se identificar com os persoangens é algo mto bom pra amar o livro.
    Fiquei bem curiosa com tudo e os rumos da historia.
    Nao conhecia o livro Amor de Cordel e adorei a premissa, mas vou tentar ler sim e adorei a resenha.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  24. Olá!!!
    Eu adoro um romance, mas esse eu ainda não conhecia..
    é sempre bom tentar ler algo diferente do habitual, né...
    gostei da premissa, gosto de protagonistas independentes..
    bjs

    ResponderExcluir
  25. OOi

    Confesso que assim que vi a capa esperava algo nada bom, deveria ter escutado "não julgue o livro pela capa" haha
    Gostei bastante da premissa dele, espero ter a oportunidade de lê-lo
    Ótimaaa resenha!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oiee, tudo bom? Menina, amei tua resenha, ficou bem completa e deu pra entender bem o enredo. Amor de Cordel me pareceu um romance diferente, e bem bonito! Não sei se leria no momento, mas sem dúvidas irei procurar por ele daqui um tempo, e já anotei tua dica <3 Parabéns pela resenha.
    Beijão!
    Gaby
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Como vc falou o bom leitor sai da zona de conforto e se aventura por gêneros que não seus favoritos. Mas sair da zona de conforto me fez conhecer várias histórias promissoras, e outras nem tanto, mas faz parte. Sobre o livro a premissa dele eu gostei e leria com certeza. Mas tbm acho que o excesso de clichê pode arruinar uma linda história deixando de ser uma boa leitura. Mas gostei desse livro, da sua sinceridade, portanto vou anotar essa dica. Bjkas

    ResponderExcluir
  28. Eu recebi essa obra e não vejo a hora de ler. Todas as resenhas que eu li me deixaram encantada com a trama, então minha curiosidade está lá em cima, e minhas expectativas também, espero não me decepcionar.
    Parece ser uma daquelas histórias lindas, que se leva pra vida toda.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  29. OLá!! :)

    Ainda bem que gostaste da historia! :)

    Bem, eu nao conhecia e confesso que nao tenho la grande vontade de ler...

    Ao contrario de ti, adoro narrações na 1ª pessoa: acho que lhe confere todo um toque da personagem, uma envolvencia.. :) Nao sei explicar!

    COncordando, DETESTO cliches!! Adoro originalidade nas historias, coisas novas..

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  30. Oie.
    Nossa também estou me perguntando como não conhecia esse livro, adorei a premissa, de verdade, sua resenha só me fez ficar mais curiosa e fico feliz por ter saído de sua zona de conforto e ter gostado tanto, isso é muito bom né?
    Bjokas

    ResponderExcluir
  31. Eu não conhecia esse livro, mas eu sei que não é uma leitura que iria me prender como leitora. Talvez seja um livro para um outro momento meu.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Olá!!! Bom conhecer um pouco mais sobre a obra. Interessante a forma que você desenvolveu o texto. Eu gosto do clichê, mas não sei se conseguiria ler esta obra por agora.

    Mas gostei da sua resenha e dos pontos que você ressalta. Muito bacana!

    ResponderExcluir
  33. Oi Nelmaliana, sua linda, tudo bem?
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro hoje, você me deixou mais empolgada em fazer a leitura. Confesso que estava um pouco receosa com a narrativa detalhista, não consigo me envolver quando isso acontece, mas se não atrapalhou e trata de tantos assuntos delicados, vai para a lista sim. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Esse ano eu me fiz a mesma proposta, de sair mais da minha zona de conforto e me aventurar em novos autores ou estilos. Acho que isso é importante, até para ir definindo melhor nossos gostos e acho que mesmo não virando fã do gênero, a gente consegue encontrar boas leituras.
    Pela sua resenha isso aconteceu com você e esse livro. Não tem nada melhor do que arriscar e não ficar arrependido, né?
    Que você continue arriscando e encontrando ótimas leituras :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  35. Olá!!!
    Tenho que admitir que sou uma romântica incurável, porém eu sempre estabeleci a mim mesma sair da minha zona de conforto para conhecer outras obras.
    Adorei ver que você acabou lendo um livro de romance que lhe fez se apaixonar pelo menos por ele.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. Oie, é engraçado como a sociedade enche a mulher de paradigmas não pode se relacionar com alguém mais novo, mais baixo...enfim uma lista completa de exemplos que eu posso dar... mas o assunto aqui não é esse.
    Achei bacana a história por se tratar ds uma mulher que não se deixa abater com a separação e vão atrás do que te faz feliz.
    Mas eu não gosto muito do gênero romance e só por esse motivo vou deixar a dica passar.
    Bj

    ResponderExcluir