07 novembro, 2016

Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares por Ransom Riggs


Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares por Ransom Riggs
Tradução Edmundo Barreiro e Marcia Blasques
Leya  - 335 pgs

Lançado em 2012 pela Editora Leya, o livro em formato brochura nos traz uma história fantástica, contendo fotografias antigas que o escritor Ransom Riggs adquiriu ao longo de anos através de colecionadores, mercados de pulgas, feiras de antiguidades entre outros.

Muito bem escrito e de fácil leitura, o livro me conquistou desde as suas primeiras páginas, um romance leve e divertido que faz você viajar a lugares inimagináveis e cheio de mistérios e criaturas excêntricas.

Vamos ao conto!

Jacob Jackson é um garoto comum, vindo de uma família abastada e dona de pequenos comércios dos quais Jacob não mostra muito interesse em participar. Garoto tranquilo, com poucas amizades, via em seu avô, Abraham Portman - um sobrevivente polonês da Grande Guerra - um contador de histórias fantásticas e fascinantes que na maioria das vezes beirava a loucura e o extraordinário.

Dentre todas essas histórias, as que mais fascinavam Jacob eram os relatos sobre uma ilha e um orfanato onde seu avô havia crescido desde que foi obrigado a se separar de seus pais. Segundo vovô Portman, a separação se deu pelo fato de eles estarem sendo perseguidos por monstros, “a Polônia simplesmente estava infestada deles”. Todas estas histórias fazem de Jacob, aos seis anos de idade, um pequeno explorador, passando horas e horas debruçado em mapas, fotos e mistérios a serem desvendados junto ao seu avô. Porém, ao chegar à adolescência, Jacob começa a entender que as histórias tão fantásticas; contadas por seu avô, são apenas fantasias de um velho que gostava de divertir seu pequeno neto.


Até o um dia em que Jacob presencia a morte de seu avô por um dos monstros relatados com detalhes por Abe Portman. Uma aparição sinistra de um ser aparentemente humano, com a diferença de ter em sua boca vários tentáculos gigantes e horripilantes. Jacob então conta sua versão do ocorrido aos seus familiares e policias que investigam o caso inesperado e misterioso. Lógico que ninguém acredita na versão relatada e ele é levado a fazer acompanhamento psiquiátrico, pois todos acreditam que Jacob está sofrendo de um choque traumático devido à perda do avô, tão importante em sua infância.

Passa-se os dias e Jacob encontra nas coisas do avô uma carta estranha e saudosista enviada por uma pessoa de nome Alma Peregrine, onde ela pede que Abraham Portman volte à ilha, pois todos no orfanato sentem muitas saudades dele, levando-o a crer que as histórias de Abe podem ter um fundo de verdade. A carta enviada da costa do País de Gales intriga Jacob e o leva a ter um novo objetivo: descobrir a verdade escondida nas histórias de vovô Portman. 

Em suas consultas, Jacob relata ao Dr. Golan seu novo achado e todas as histórias ouvidas em seus pesadelos constantes com as criaturas vistas nas fotografias e com as últimas palavras ditas por seu avô: “Encontre o pássaro! Encontre a fenda! Yacob, por que você não entende, seu yutzi idiota?”. Tendo a “permissão” de Dr. Golan, Jacob e seu pai, amante e estudioso de pássaros, partem em viagem para a misteriosa ilha do País de Gales em busca de verdades. Chegando ao país, pai e filho hospedam-se em um velho Hostel chamado “Buraco do Padre”, único lugar na ilha que oferece algum tipo de conforto, se é que assim podemos dizer.


Então Jacob parte à procura da ilha, sendo visto com maus olhos pelos moradores da cidade, pois ninguém entende o seu interesse por um lugar que foi devastado por uma bomba enviada pelos alemães na Segunda Guerra. Em uma tarde chuvosa, Jacob se perde e encontra Emma, uma menina linda e apaixonante que, apesar de desconfiada, leva Jacob à tal ilha, um lugar mágico e encantador. Jacob então descobre que todas as histórias ouvidas em sua infância eram de fato verdadeiras! 

Conhece então a misteriosa Alma Peregrine, uma das muitas “Ymbrynes”, encarregadas de zelar pelas crianças peculiares e que possuem o poder de se transformar em ave. Essas crianças são: Emma Bloom, a menina que produz fogo, Bronwyn Bruntley, a garota mais forte do universo, Millard Nullinggs, o menino invisível, Olive Abroholos, a que levita, Horance Somnusson, o que vê o futuro, Enoch O’Connor, que dá vida aos mortos, Hung Apiston, o menino das abelhas, Claire Densmore, a caçula e que possui uma boca na parte detrás da cabeça e Fiona Frauenfeld, a que faz as plantas crescerem.

Jacob então passa a interagir com essas crianças e aprender mais sobre a ilha, as fendas atemporais, os poderes das crianças e de Alma Peregrine, que além de conseguir se transformar em ave, também pode manipular o tempo. Tempo esse que parou no dia 03 de setembro de 1940, quando o lugar foi bombardeado pelos nazistas. Então para os moradores da ilha, o tempo não volta e nem avança, é sempre a mesma data, sendo assim, ninguém envelhece, permanecendo criança para sempre, salvo se atravessarem as fendas temporais e viajarem para os nossos dias.


Mas como em todos os contos, temos os dois extremos, o bem e o mal. Aqui, Riggs nos traz os Etéreos, ex-peculiares, que são serem monstruosos e cadavéricos, sedentos por almas peculiares e que possuem língua em foram de tentáculos. Invisíveis para a maioria, salvo por aqueles que detém o poder de sentir a sua presença., assim como vovô Portman e Jacob. Também temos os Acólitos, seres habilidosos e manipuladores, comandados pelos Etéreos. Apresentam aparência semelhante à dos humanos, porém sem as pupilas, tendo assim os olhos totalmente brancos.

Criaturas que por muito tempo consumiram almas de peculiares e hoje têm como objetivo principal persegui-los e apreender as Ymbrynes para colocar em prática um plano grotesco e diabólico.
Daí começa as aventuras de Jacob e os peculiares. 

Uma história linda e fantástica onde nos deparamos com o medo, com o sinistro e também com aosignificado da verdadeira amizade e o nascimento do amor. 

Minha opinião final; um livro que deve ser lido por todos, sem exceção, pois é um conto que nos leva a um mundo de fantasia, aventuras e descobertas sensacionais, nos fazendo acreditar novamente que tudo é possível. Também não posso deixar de citar que o livro teve adaptação para o cinema pelas mãos do maravilhoso Tim Burton, o lançamento ocorreu no dia 29 de setembro e vale a pena conferir!